Wilson Montevechi Psicólogo em Campinas-SP

Psicólogo Wilson Montevechi em Campinas SP - Logo

5 tipos de doenças psicológicas mais comuns na adolescência

Talvez, seja um pouco estranho pensar sobre doenças psicológicas mais comuns na adolescência.

Afinal, esta é uma fase vista por muitos como o ápice da juventude, onde é cheio de diversão, felicidade e despreocupações.

No entanto, a realidade é que o cenário para muitos jovens é completamente diferente!

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde, metade das doenças psicológicas tem início aos 14 anos de idade, que em sua maioria, não são diagnosticadas, muito menos tratadas.

Diante disso, é importante conhecer esses transtornos, principalmente, dado o fato de que a adolescência é um período de grandes transformações, onde muitos jovens acabam não conseguindo lidar.

Nesse artigo, você irá conhecer as 5 doenças psicológicas que mais acometem os adolescentes e  os principais sinais que elas podem manifestar no dia a dia.

Mas, antes, é importante entender o que de fato é uma doença psicológica. Vamos começar!

O que são doenças psicológicas?

De modo geral, doenças psicológicas são desordens emocionais que afetam toda a vida do ser humano.

Mas, diferente das doenças físicas, que se manifestam no corpo, as psicológicas, muitas vezes, são silenciosas.

Quando expressas, são identificadas através de sentimentos como a tristeza, raiva e ansiedade.

Essas desordens normalmente são conhecidas também como distúrbios, transtornos, perturbações ou disfunções.

Atualmente, tem se associado o surgimento de muitos desses transtornos a fatores emocionais, culturais, sociais e ao estilo de vida que o indivíduo desenvolve.

Além disso, existem também outras causas que podem desencadear tais problemas mentais, como:

  • Fatores genéticos;
  • Problemas emocionais;
  • Problemas bioquímicos;
  • Perdas de entes queridos;
  • Frustrações;
  • Decepções;
  • Situações estressantes;
  • Entre muitas outras.

No caso dos adolescentes, os fatores desencadeantes para os transtornos mentais muitas vezes podem estar dentro de casa.

Por esse motivo, os responsáveis devem se atentar à conduta dos adolescentes e ao menor sinal de alteração em seus comportamentos, um psicólogo deve ser procurado.

Os 5 tipos de doenças psicológicas mais comuns na adolescência

Entre as doenças psicológicas mais comuns na adolescência, se destacam os transtornos de ansiedade, alimentares, de humor, de atenção junto com hiperatividade e, o mais clássico de todos, a depressão.

“Se não forem identificados, esses transtornos podem afetar gravemente a saúde e a qualidade de vida do adolescente!”

O que caracteriza um problema mental é o prejuízo que ele causa na vida do ser humano.

É normal um adolescente ficar ansioso em um dia de prova ou, até mesmo, ficar triste por receber uma nota baixa.

Porém, um jovem não conseguir fazer uma prova, por estar extremamente ansioso, ou ficar dias deprimido sem sair do quarto, por receber uma nota baixa, aí sim é um caso a se analisar mais de perto e com cuidado!

Confira, agora, a lista dos principais distúrbios psicológicos que ocorrem entre os adolescentes e suas principais características.

1.  Transtornos de ansiedade

Os transtornos de ansiedade são caracterizados por um estado intenso de medo, preocupação ou pavor diante de situações que são desproporcionais para esses sentimentos.

Por exemplo, um adolescente que não quer ir mais à escola por medo da rejeição, pode se configurar em um transtorno de ansiedade.

Os tipos mais comuns são:

  • Transtorno de pânico;
  • Agorafobia (medo de situações ou lugares que podem desencadear uma sensação de desconforto, como impotência, constrangimento ou pânico);
  • Fobias específicas;
  • Transtorno de ansiedade de separação;
  • Transtorno de ansiedade generalizada;
  • Transtorno de ansiedade social.

Entre os sinais dessas perturbações, estão:

  • Problemas digestivos;
  • Insônia;
  • Crises de pânico (Sudorese, falta de ar, aceleração cardíaca, formigamento nas mãos, tontura, fraqueza e dor no estômago);
  • Tensão muscular;
  • Comportamento compulsivo.

2.  Depressão

De todas as doenças psicológicas mais comuns na adolescência, a depressão é a mais incapacitante.

A doença é manifestada por uma tristeza profunda, que pode vir acompanhada por estados de irritabilidade.

A condição afeta a saúde mental do adolescente a tal ponto que pode levá-lo ao isolamento social.

Ou seja, ele perde a vontade de sair com amigos e familiares, como também, perde o interesse em atividades que antes achava prazerosas.

Além disso, seus compromissos sociais, como a escola, podem ser prejudicados.

Alterações no sono e na alimentação são bem características, onde o jovem troca o dia pela noite, com quadros de insônia, e perde a fome ou come descontroladamente.

3.  Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

Sendo um distúrbio de neurodesenvolvimento, o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade começa na infância, afetando condições neurológicas, antes mesmo da criança entrar para a escola.

Desta forma, as seguintes funções podem ser afetadas:

  • Memória;
  • Atenção;
  • Percepção;
  • Linguagem;
  • Resolução de problemas;
  • Interação social.

Isso pode gerar um grande prejuízo ao funcionamento social, escolar, acadêmico, profissional e pessoal do indivíduo:

O adolescente que sofre com TDAH não consegue se concentrar em determinadas atividades, tem grandes dificuldades de concluir tarefas e manter relacionamentos.

É bastante impulsivo, não consegue ficar parado em um só local e está constantemente fazendo mil coisas ao mesmo tempo.

Por isso, ele costuma ser mal compreendido, levando a fama de “indisciplinado” ou de ter “mau comportamento”.

4.  Transtornos alimentares

Outro transtorno bem frequente entre as doenças psicológicas mais comuns na adolescência é aquele relacionado aos hábitos alimentares.

Os mais conhecidos são a bulimia e a anorexia, que provocam uma distorção na própria imagem corporal.

Na bulimia, o adolescente come de forma compulsiva, mas logo em seguida utiliza o vômito para eliminar a comida e evitar o ganho de peso.

Por isso, ele nunca engorda.

Já na anorexia, ele não come direito e realiza muitas atividades físicas para evitar engordar.

Com isso, apresenta um peso abaixo do normal.

De acordo com o Hospital Santa Mônica, as causas dos transtornos alimentares são multifatoriais e, dependendo do caso, o adolescente deve se submeter à internação para tratamento do quadro clínico.

Os responsáveis pelo jovem devem se atentar a qualquer tipo de mudança em relação à apresentação da comida, bem como ao peso corporal.

5.  Transtorno de Humor

O Transtorno de Humor se caracteriza pela oscilação entre estados de depressão e grande euforia.

Mas, diferente da depressão comum, o adolescente apresenta forte irritabilidade, que persiste durante dias ou semanas.

Em seguida, entra o estado de forte euforia, no qual o jovem pode cometer atos impulsivos, como estourar o cartão de crédito em uma loja de roupas, por exemplo.

Assim como outros transtornos mentais, a causa dessa oscilação de humor também é multifatorial, sendo necessário cuidar da saúde mental do adolescente.

Como identificar e prevenir ou tratar os transtornos psicológicos nos adolescentes?

A identificação das doenças psicológicas mais comuns na adolescência pode ser feita através dos sinais dos principais transtornos.

Ou seja, conhecendo como esses distúrbios se manifestam, é possível verificar se o adolescente está passando por algum problema mental.

“Por trás de toda doença psicológica geralmente há um intenso sofrimento emocional.”

Por isso, o tratamento para essa população tão jovem não pode ser negligenciado.

Tratamento esse que inclui as intervenções de psicólogos, psiquiatras e, em certos casos, a utilização de medicamentos.

A prevenção conta com o apoio da família e a presença dos responsáveis na vida do adolescente, sendo amigos, compreensivos e pacientes.

Além disso, lembre-se de que o adolescente está passando por profundas mudanças emocionais e físicas, questionando sua própria identidade.

Diante desse cenário, o entendimento da psicologia e da filosofia, que questionam o homem em sociedade, pode contribuir significativamente para a construção da identidade do adolescente.

Para saber mais sobre esse tema, clique aqui e veja como esses dois campos de saber podem ajudar o indivíduo em seu autoconhecimento.

Compartilhe com um clique!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Picture of Wilson Montevechi

Wilson Montevechi

Sou Psicólogo, Professor de Filosofia e Mestre em Educação! Utilizo a abordagem Fenomenológica –Existencial afim de oferece um diálogo profundo entre a Psicologia e a Filosofia, proporcionando uma maior conhecimento do Ser Humano em seus aspectos racionais e emocionais.

Picture of Wilson Montevechi

Wilson Montevechi

Sou Psicólogo, Professor de Filosofia e Mestre em Educação! Utilizo a abordagem Fenomenológica –Existencial afim de oferece um diálogo profundo entre a Psicologia e a Filosofia, proporcionando um maior conhecimento do Ser Humano em seus aspectos racionais e emocionais.

Aproveite e leia também!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se precisar, estou aqui!