Wilson Montevechi Psicólogo em Campinas-SP

Psicólogo Wilson Montevechi em Campinas SP - Logo

O que é e como saber se tenho transtorno de humor? Veja!

É natural ter oscilações de humor durante o dia, especialmente quando se recebe notícias boas ou ruins.

Mas, como saber quando as alterações de humor estão passando de um limite saudável?

Será que é normal ter uma mudança brusca entre emoções de tristeza e alegria?

Neste artigo, você encontrará as respostas para essas e outras dúvidas que talvez você tenha sobre esse assunto.

Porém, já adianto que alterações repentinas, constantes e excessivas, no humor são alguns dos principais sinais que podem indicar a presença do transtorno de humor.

Esse quadro de saúde mental é sério e exige atenção!

Pesquisas indicam que cerca de 4% da população brasileira sofre com esse transtorno, porcentagem essa que corresponde em torno de 6 milhões de pessoas!

Portanto, falar do assunto é mais urgente do que se imagina. Vamos começar!

O que é o transtorno de humor?

O transtorno de humor é um distúrbio mental caracterizado pela alternância entre estados de euforia e tristeza, que ocorre em períodos constantes e excessivos.

Ele costuma ser confundido com o transtorno de bipolaridade, que também é marcado por alterações nos estados de euforia e tristeza.

Entretanto, o transtorno bipolar é um tipo entre os vários existentes no quadro de transtorno de humor.

Logo, todo transtorno bipolar é um transtorno de humor, mas nem todo transtorno de humor é um transtorno bipolar.

Mais à frente, ainda neste artigo, vou te apresentar as classes de transtorno de humor que existem.

Mas, antes, é importante entender quais são os sintomas, causas, diagnóstico e tratamento para esse tipo de distúrbio.  Veja!

Sintomas

O sintoma mais característico do transtorno é a variação repentina no humor, tanto no estado de tristeza quanto no estado de euforia.

Além disso, também se observa alterações no comportamento, sentimento e pensamento.

E, é comum encontrar os seguintes sintomas:

  • Baixa autoestima;
  • Perda de interesse ou prazer em atividades antes consideradas prazerosas;
  • Redução na atenção e concentração;
  • E, irregularidade no sono.

É importante salientar que o transtorno de humor traz vários prejuízos para o indivíduo, afetando principalmente suas relações e vida profissional.

Quem sofre com esse distúrbio costuma ser mal compreendido e, por vezes, pode se colocar em situações de risco.

Nos estados de euforia, por exemplo, o portador pode cometer atos impulsivos e perder o controle de suas emoções.

Já no estado de tristeza, tem a possibilidade de perder compromissos importantes ou deixar de fazer escolhas decisivas em sua vida.

Portanto, ao menor sinal desses sintomas é indispensável à busca de ajuda profissional.

Causas

Não existe uma causa única para o transtorno de humor.

Além disso, algumas teorias psicológicas e neurocientíficas divergem, entre si, quanto aos motivos que podem levar ao surgimento deste distúrbio.

É sabido que, existe a ocorrência de um desequilíbrio em substâncias químicas no cérebro que podem gerar uma variação no humor.

Pessoas com casos na família estão suscetíveis a desenvolver o quadro psíquico.

Além disso, estresse do dia a dia e situações marcantes na vida também podem ocasionar o transtorno.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por um médico psiquiatra e realizado com base nos sintomas relatados pelo paciente.

O psicólogo também pode ser solicitado para realizar uma avaliação psicológica e assim obter um resultado mais completo.

De qualquer forma, somente um profissional devidamente habilitado e registrado pode identificar a presença do distúrbio.

Tratamento

O transtorno de humor não tem cura, mas tem tratamento!

E, com o tratamento adequado, o indivíduo tem a chance de viver uma vida equilibrada e desfrutar de dias prazerosos e satisfatórios.

Para isso, é necessário passar por uma intervenção medicamentosa, onde o psiquiatra irá receitar remédios específicos para a estabilização dos sintomas.

Juntamente com a medicação, o indivíduo portador do quadro psíquico terá que se submeter ao processo psicoterapêutico realizado por um psicólogo.

Em terapia o paciente irá percorrer um caminho de autoconhecimento, no qual obterá as ferramentas psicológicas necessárias para lidar com suas emoções.

Quais são os tipos de transtorno de humor?

Dentro do transtorno de humor existem vários tipos, um deles é a bipolaridade (ou transtorno bipolar), como dito anteriormente.

Cada tipo apresenta suas próprias características, por isso, vou apresentar os principais sinais de cada um.

Confira a lista:

  • Transtorno bipolar: Alterações de humor que duram de uma dia a duas semanas, cada estado;
  • Distimia: Caracterizado por um estado depressivo, onde o indivíduo apresenta os mesmos sintomas de uma depressão comum, porém o quadro persiste por mais de dois anos;
  • Depressão: Tristeza profunda, sem nenhum motivo, e que afeta significativamente a vida do indivíduo;
  • Ansiedade: A ansiedade é uma emoção natural do ser humano, mas quando se torna um transtorno ela pode prejudicar as tarefas diárias do indivíduo.

Qual a diferença entre transtorno de humor e transtorno de personalidade?

Além da bipolaridade que costuma ser confundida com o transtorno de humor, existe outro quadro psíquico que também se confunde.

Esse quadro é o transtorno de personalidade!

Embora ambos os transtornos sejam distúrbios que afetam a rotina do indivíduo, existe uma diferença significativa entre eles, que é a adaptabilidade.

Os transtornos de humor prejudicam as relações do indivíduo, mas ainda assim ele consegue estar em sociedade e em relação.

Já o transtorno de personalidade prejudica tão seriamente o portador que ele não consegue realizar tarefas do dia a dia, tanto as mais simples quanto as mais complexas.

Também, gera intenso sofrimento em quem carrega o distúrbio.

Por isso, assim como os distúrbios de humor, os de personalidade também necessitam de ajuda médica e psicológica.

Como saber se tenho transtorno de humor?

Agora que você já sabe o que é o transtorno de humor é importante ficar atento aos sinais.

O principal indício de um possível transtorno desse tipo é a alteração repentina, intensa e constante de humor, sem nenhum motivo aparente.

Mas, lembro sempre que a melhor forma de constatar se de fato você tem esse distúrbio ou não é por meio de um diagnóstico psiquiátrico e/ou psicológico.

Não se esqueça de que as emoções fazem parte do ser humano e é natural mudar de humor quando certas situações acontecem.

Mas, quando essa mudança passa da normalidade, sem nenhuma razão, é hora de procurar ajuda!

Para complementar esse conteúdo, deixo aqui a indicação de outro artigo onde falo mais sobre o transtorno de bipolaridade, do qual mencionei mais acima.

Leia e me conte nos comentários, depois, o que achou!

Obrigado por chegar até aqui!

Compartilhe com um clique!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Picture of Wilson Montevechi

Wilson Montevechi

Sou Psicólogo, Professor de Filosofia e Mestre em Educação! Utilizo a abordagem Fenomenológica –Existencial afim de oferece um diálogo profundo entre a Psicologia e a Filosofia, proporcionando uma maior conhecimento do Ser Humano em seus aspectos racionais e emocionais.

Picture of Wilson Montevechi

Wilson Montevechi

Sou Psicólogo, Professor de Filosofia e Mestre em Educação! Utilizo a abordagem Fenomenológica –Existencial afim de oferece um diálogo profundo entre a Psicologia e a Filosofia, proporcionando um maior conhecimento do Ser Humano em seus aspectos racionais e emocionais.

Aproveite e leia também!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se precisar, estou aqui!