Wilson Montevechi Psicólogo em Campinas-SP

Psicólogo Wilson Montevechi em Campinas SP - Logo

Quais os impactos da pandemia sobre a saúde mental?

A pandemia da Covid-19 chegou de forma rápida, inesperada e devastadora.

Por ser uma doença, o vírus atingiu primeiramente a saúde da população mundial, mas também acabou refletindo em diversas outras áreas, como economia e política, por exemplo.

E, algo que já vinha sendo falado se tornou ainda mais evidente: a saúde mental dos indivíduos.

Se antes da pandemia questões psicológicas já eram alarmantes, a chegada do coronavírus agravou ainda mais os transtornos mentais, além de trazer novos quadros de saúde mental, entre eles a fadiga pandêmica e o definhamento.

Por isso, hoje é tão urgente quanto antes falarmos dos efeitos da pandemia sobre a saúde da mente.

Neste artigo, você irá conhecer um pouco sobre os impactos gerados pela pandemia na saúde mental das pessoas, aprenderá como lidar com a situação e como se prevenir.

Mas, antes, precisamos entender bem quais foram os impactos gerados no sistema social e de saúde. Veja!

Os impactos causados pela pandemia sobre todo o sistema social e de saúde

Com a Pandemia da Covid-19 o mundo passou por grandes transformações, incluindo a forma de se relacionar.

Os cumprimentos com apertos de mãos e abraços tiveram que ser substituídos por acenos a longa distância, sorrisos e olhares solidários.

Nunca foi tão perigoso o contato físico, onde um abraço poderia ser letal.

Manter a distância física havia se tornado o meio mais seguro de dizer “eu te amo” e o isolamento social, a forma mais sincera de amar.

Dentro de pouco tempo se observou um cenário desolador composto por hospitais superlotados, mortes em grande massa, perdas em todos os níveis, destruição de vidas e da qualidade de vida.

O mundo todo viveu esse triste cenário e alguns ainda se deparam com a quarentena quando contraem o vírus da Covid-19.

Embora a doença esteja razoavelmente controlada em solo brasileiro, todo o contexto pandêmico afetou grandemente a saúde mental da população.

Novos quadros psicológicos surgiram durante a quarentena, que estão em nosso meio até hoje, mesmo com a vacinação em massa.

Novos quadros de saúde mental que surgiram durante a quarentena

As doenças psicológicas, por si só, já se apresentam na vida das pessoas de todas as idades.

Quando se trata de um contexto pandêmico, elas tendem não só a se agravar como também dão espaço para o surgimento de novos quadros de saúde mental.

A fadiga pandêmica e o definhamento estão entre os transtornos mentais que surgiram com o advento da quarentena.

Eles são caracterizados por intenso cansaço, fadiga e sentimentos de estagnação e vazio.

Para não serem confundidos com outros distúrbios, como a depressão e a ansiedade, veja abaixo as principais características destes novos quadros de saúde mental.

Fadiga pandêmica

A fadiga pandêmica é um termo designado pela OMS, Organização de Mundial de Saúde, para caracterizar as reações mentais diante da pandemia de Covid-19.

Essas reações são representadas por cansaço e esgotamento físico e mental.

Quem apresenta a fadiga pandêmica sente-se cansado e esgotado para lidar com as demandas da vida.

Não consegue se planejar e perde a direção em sua rotina.

Além disso, a apatia mediante as medidas de cuidado também é notória.

Ou seja, o indivíduo rejeita as medidas protetivas e se nega a usar máscara, se vacinar ou higienizar as mãos.

Devido à falta de planejamento e perspectiva, provocados pela fadiga e a apatia, a pessoa com esse transtorno sente um sofrimento muito grande, com possibilidades de desenvolver:

  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Alterações no sono;
  • Estresse.

Diante desses sinais, a ajuda psicológica é indispensável.

Definhamento

O definhamento é o nome dado ao sentimento de mal-estar que atrapalha a motivação e o foco, atingindo, consequentemente, o cotidiano das pessoas.

O indivíduo acometido por esse quadro de saúde mental se depara com um estado de estagnação e sentimento de vazio.

Não se configura como uma depressão, pois não existe sensação de impotência e nem mesmo é um esgotamento, pois o indivíduo sente que tem energia.

Ele segue os seus dias, cumprindo suas tarefas, mas não consegue ter motivação suficiente para sentir-se realizado ou planejar novas atividades.

Ele simplesmente vive como se estivesse se arrastando pelos dias.

Tudo isso é consequência do período de isolamento vivenciado nos primeiros dias de pandemia.

Mas, como lidar com esses quadros e manter uma boa saúde mental em tempos de pandemia?

É o que você verá no tópico seguinte!

Como lidar com a saúde mental em tempos de Pandemia?

É inegável os impactos da pandemia sobre a saúde mental.

Embora não tenhamos o poder de acabar com a pandemia de um dia para o outro, todos nós podemos fazer a nossa parte para cuidar da saúde de nossa mente.

Em primeiro lugar, é ideal procurar ajuda psicológica.

A psicoterapia é uma ótima aliada no bem-estar do indivíduo e traz diversos benefícios. 

Mas, para além do cuidado terapêutico, existem algumas práticas que você pode desenvolver para manter sua mente em equilíbrio.

Algumas delas são:

  • Lembre-se de que você não está só – A solidão é um sentimento que mina as forças do indivíduo, por isso, ter amigos e familiares por perto é indispensável;
  • Tente limitar o acesso às notícias – É necessário se informar sobre o que acontece no mundo, mas o excesso de informações, especialmente sobre a pandemia, gera ansiedade e angústia;
  • Tenha uma alimentação saudável e equilibrada;
  • Procure fazer exercícios físicos;
  • Reserve momentos de descanso;
  • Reforce o contato com pessoas queridas – ligue ou mande uma mensagem.

A importância de ter uma boa saúde mental

A mente e o corpo estão em íntima ligação.

Quando a mente não está boa, o corpo, de igual forma, não estará.

Haja vista a fadiga pandêmica e o definhamento que provocam um intenso cansaço!

Sendo assim, ter uma boa saúde mental é fundamental para se manter ativo, além de gerir melhor as emoções, tomar melhores decisões, ter paz mediante a problemas e dificuldades, dentre outras milhões de situações.

Uma saúde mental equilibrada também evita o surgimento de transtornos mentais, proporciona qualidade de vida e melhora as relações interpessoais.

Como se prevenir e quando pedir ajuda?

Ninguém está isento de sofrer os efeitos da pandemia na saúde mental.

A pessoa mais sensata, racional e equilibrada pode enfrentar momentos de desespero, desesperança e angústia.

Mas, é justamente no momento de desequilíbrio que se deve buscar ajuda para não piorar a situação.

A avaliação psicológica é bem recomendada nos casos de dúvidas diante de um quadro psíquico.

Se você estiver passando por isso, experimente agendar uma sessão de avaliação por aqui.

Para prevenção, não deixe de colocar em prática as dicas contidas neste artigo e olhe sempre para dentro de si.

Avalie as suas demandas e busque, sempre que possível, suprir suas necessidades.

A pessoa mais importante desta vida deve ser você, pois se cuidando você conseguirá cuidar de quem ama.

Portanto, cuide-se!

Obrigado por chegar até aqui!

Compartilhe com um clique!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Picture of Wilson Montevechi

Wilson Montevechi

Sou Psicólogo, Professor de Filosofia e Mestre em Educação! Utilizo a abordagem Fenomenológica –Existencial afim de oferece um diálogo profundo entre a Psicologia e a Filosofia, proporcionando uma maior conhecimento do Ser Humano em seus aspectos racionais e emocionais.

Picture of Wilson Montevechi

Wilson Montevechi

Sou Psicólogo, Professor de Filosofia e Mestre em Educação! Utilizo a abordagem Fenomenológica –Existencial afim de oferece um diálogo profundo entre a Psicologia e a Filosofia, proporcionando um maior conhecimento do Ser Humano em seus aspectos racionais e emocionais.

Aproveite e leia também!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se precisar, estou aqui!